Vela online

Agenda - confira os eventos

Assesar agenda completa

Warning: Illegal string offset 'id_comunidade' in /home/paroqui1/public_html/paginas/comunidade.php on line 4

Comunidades

Ver mais comunidades

Santa Luzia - Vila Nova

A comunidade teve início com os encontros do círculo bíblico, éramos de 06 a 08 famílias. Em nossas orações já se falava na construção de uma igreja onde pudéssemos fazer os nossos encontros pastorais.

O primeiro passo para a concretização deste projeto era a aquisição do local. Fomos abençoados com a doação de um dos lotes pelo Sr. Valentim Moro da empresa Irmãos Moro LTDA. Como o espaço era insuficiente, foi solicitado a Prefeitura de Aracruz a doação de mais um lote, ficando a Senhora Verônica Barbariori Santi e Lúcia Tonon Santi, responsáveis pela articulação junto à Prefeitura, o que foi efetivado no dia 07 de novembro de 1991.
No dia 15 de abril de 1992 a comunidade reuniu-se na casa de Alailza Mathias Aiolfi para tratar sobre o início das obras.

Começamos a arrecadar materiais para as obras nas casas de materiais de construção e outras doações vieram da própria comunidade.
Assim sendo, surgiu uma idéia de que cada família contribuísse espontaneamente com um valor, que seria arrecadado mensalmente. As famílias contribuíram por 2 anos, ajudando imensamente nas obras. Quando a comunidade já estava mais fortalecida começamos fazendo: festas, bingos, rifas e adotamos o sistema de mutirão.

No dia 19 de setembro de 1992 iniciamos as obras, com os primeiros voluntários que trabalharam na construção, sendo: José dos Santos de Jesus, Deumário Zandoná Machado e João Pedro Rampinelli, Verônica Santi, Lucia Santi, Alailza Mathias Aiolfi e João Batista Aiolfi, Graça Frigini e Luiz Frigini, Maria Cazotti e Clodomildo Cazoti, Helena Machado e Deomário, Geraldo Farias, Antônio Nossa, Cesar Nossa, Lídia Nunes, José de Jesus, João Pedro, Vandoilson Rangel e Glória. O sistema de mutirão permaneceu por toda a obra.
Recebemos grandes contribuições vindas da Paróquia São João Batista, coordenada pelo Padre Lucas, que veio firmar ainda mais as esperanças de concluir as obras.

No dia 14 de maio de 1993 foi formado “Conselho” que iria prestar serviço a esta comunidade. Assim sendo de vontade do povo presente foi eleito: Presidente Senhora Alailza Mathias Aiolfi; 1° Tesoureiro, Senhora Verônica Barbariori Santi; 2° Tesoureiro, Senhora Marli de Fátima Rampineli; 1º Secretária, Marlene Giraldeli Segato; 2 Secretária, Jane Maria Rosa Barcellos.
Mais tarde para darmos um nome a esta comunidade foi feita uma eleição para escolher a Santa Padroeira e no dia 13 de julho de 1993 escolhida pelo povo presente passou a se chamar Comunidade Católica de Santa Luzia.
No dia 8 de agosto de 1993 tivemos com muito orgulho a primeira celebração no local da Igreja e neste mesmo dia recebemos a notícia de que a imagem de Santa Luzia já estava em nossa comunidade e foi doada pelo casal Olinda Giraldeli Suela e Valdecir Suela.

Em 29 de abril de 1995, foi inaugurado o salão de orações e a colocação da imagem de Santa Luzia.

Hoje, a comunidade participa com assiduidade das celebrações dominicais, com uma média de 7º fiéis, tendo se fortalecido de forma gratificante depois que fomos abençoados com a construção da Capela do Santíssimo.
Os dizimistas cadastrados totalizam 285 fiéis. Um grande trabalho de mobilização e motivação para devolução do dízimo tem sido feito na comunidade, o que vem sendo evidenciado pelo aumento da arrecadação financeira a cada ano.

Temos tido também uma grande evolução em relação ao número de fiéis que participam dos trabalhos da comunidade, totalizando 8 equipes, 4 pastorais e 1 movimento, totalizando 350 pessoas assíduas e atuantes trabalhando para o crescimento da comunidade..

Com todos esses dados positivos e que mostram uma comunidade que apesar de fortalecida ainda tem muito a crescer, alguns projetos precisam ser concretizados para darem sustentação e motivação aos desafios propostos a cada dia pela Paróquia e Diocese.

Padroeira - Santa Luzia

A Protetora contra as doenças dos olhos. É invocada no cânon da santa missa. De nobre origem, nasceu em Siracusa, Itália. Após a morte do pai, sua mãe adoeceu e Santa Luzia organizou uma romaria ao túmulo de Santa Águeda, famosa por seus milagres. Foi então que Santa Águeda manifestou-se para Luzia e sua mãe melhorou de saúde. Luzia, decidiu entregar-se à Deus, e recusou o pedido de casamento de um jovem pagão. Como vingança, o jovem denunciou Luzia ao governador Pascásio. Luzia foi torturada e decapitada.

FESTA DA PADROEIRA - 13 DE DEZEMBRO, COM BÊNÇÃO DOS OLHOS.

EQUIPE RESPONSÁVEL: PASCOM

PRODUZIDO POR IMPACTAWEB